Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Em Busca de Um Sentido

Cores do Mundo

Março 17, 2019

Nem sempre o mundo é colorido à primeira... Por vezes precisamos de aprender a respirar fundo, agarrar nas tintas e dar-lhe a cor que queremos, com calma... Aproveitar o processo é um bem necessário, porque talvez o resultado não vá ser a cor que pretendemos, mas sim a que precisamos...

 

Nem sempre as cores dos outros vão dar certo com as tuas. Cabe-te a ti decidir se queres mudar a tua pintura para te adaptares, ou procurar algo que seja mais próximo daquilo que para ti é harmonioso. Nenhuma decisão é errada, só o será se não fores fiel ao que o teu coração te disser... Sei que às vezes podes não ouvi-lo, mas ele guiar-te-á pelo caminho que te leva à tela que te fará mais feliz.

 

Vão haver folhas rasgadas, tintas estragadas, cores imprevistas... Mas vai valer a pena no fim... Apenas vai pintando, o resultado vai ser o melhor.

Má gestão do tempo...

Janeiro 18, 2019

Vim a descobrir-me mais artística do que achei que seria e ao mesmo tempo que isso me dá uma força e magia diferente, a falta desse meu lado mais sensível às artes na minha rotina deixa-me melancólica.

 

O meu dia perfeito envolve um bocadinho de ciências (por alguma razão estudo numa faculdade de ciências), mas também tem que ter muito de música, livros, frases, pintura, fotografia, escrita... Mas os dias não têm todas as horas que eu gostaria que tivessem, pelo menos por agora, e acabo por deixar algumas coisas de parte.

 

Estou numa fase em que a universidade não me está a cativar tanto assim. Adoro aprender, e saber mais sobre todas as áreas que estudo, mas esta rotina de estudar tudo o que conseguir para depois ir despejar conhecimento num exame que dita o destino daquela cadeira, deixa-me nervosa e sem vontade de viver o que está para além disso. 

 

Sei que é um mal necessário para poder trabalhar na área que quero, para alcançar os objetivos que vou traçando para a minha vida, mas quando começa a interferir com a minha sanidade mental, preocupa-me. 

 

O pior é que está a interferir por falta de gestão de tempo. Eu ainda não consegui alcançar o equilíbrio entre tudo o que gosto de fazer, procastino imenso, durmo pouco e neste momento nem a alimentação está a ser a melhor. Depois o corpo sente-se e durmo doze horas de uma vez, troco os dias pelas noites e o ciclo de me sentir desmotivada mantém-se.

 

Não foi uma semana fácil. Mas está na hora de meter o ponto final neste ciclo de pouca vontade e poucos sorrisos. Está na altura de voltar a encontrar a paz que preciso para seguir com calma e força.

Novas oportunidades...

Janeiro 10, 2019

Todos os dias são oportunidades para fazer as coisas de forma diferente, seja em relação ao que for, desde objetivos que queremos alcançar a pessoas que fazem parte da nossa vida.

 

Passamos tanto tempo da nossa vida focados no que há de menos bom, que nos esquecemos de entender que cada dia que passa é uma oportunidade de tentar mudar o que nos deixa descontentes nas nossas vidas...

 

Se não formos nós a correr atrás do que queremos e nos faz bem, ninguém o fará por nós.

 

Texto para motivar a Tatiana do futuro.

A hora vai chegar...

Novembro 22, 2018

Estou numa fase de absorção... Adoro escrever, comunicar o que me vai na cabeça, mas cheguei ao ponto em que tenho que parar, olhar, e sentir tudo como se não houvesse amanhã, para que quando pegue no papel e na caneta venha algo diferente, sem perder a minha identidade.

 

A verdade é que me sinto a mergulhar sempre nos mesmos assuntos, o que até para mim se torna aborrecido. No fundo, como a maior parte das pessoas, vivo numa rotina que pouco traz de novidades e as novidades que traz ainda estão a ser analisadas e daí parto para um ciclo em que penso exageradamente nas mesmas coisas.

 

Voltei ao ponto em que preciso de andar nas ruas, ver coisas novas, respirar em sítios diferentes e ver o mundo doutro ponto de vista, este está a tornar-se sobreexplorado. Não é por falta de tentativa, muito menos por falta de vontade, mas a fluidez na escrita está a faltar e tenho que ir à procura dela...

 

Queria falar de tanta coisa, e quando chego aqui entendo que não é a hora certa, pelo menos não para mim... Mas a hora vai chegar, porque isto faz parte de mim.

Ácido lático, porque me fazes sofrer?

Setembro 21, 2018

Sou uma das pessoas mais sedentárias que conheço, nem estou a brincar. A minha vida resume-se a estar sentada a ler, ou no computador, ou a estudar, ou a comer. Apesar disso, em Lisboa acabo por ser muito mais ativa.

 

De forma a contornar a situação, inscrevi-me no ginásio. Ontem foi o primeiro dia (de muitos, caso haja coragem).

 

Decidi ir um bocadinho mais cedo com uma amiga minha para conhecermos o espaço. O nosso objetivo era frequentar uma aula, porque ambas estávamos pouco motivadas para definir um plano sozinhas. A aula chama-se "bunda" e nós ainda tínhamos a ilusão que íamos sair de lá sem dores.

 

Ainda andei de bicicleta 15 minutos e fiz abdominais, para fazer tempo para a aula. Estava-me a sentir super atleta.

 

Cheguei à porta da aula.

 

"Primeira aula?"

 

"Sim..."

 

"Amanhã vai custar um bocadinho a mexer as pernas."

 

Eu, inocente, pensei que a professora estava a brincar, não podia ser assim tão mau.

 

A verdade é que a aula custou um bocadinho, não vou mentir. Mas saí de lá a pensar que conseguia correr uma maratona logo a seguir. O que não está muito longe do que se passou.

 

Depois do ginásio, ainda fiz a cidade de Lisboa a pé, para mostrar a cidade aos novos alunos do meu curso. Depois do jantar, ainda fui sair.

 

Hoje acordei e não sinto as pernas, só mexer um dedo do pé me custa. Ácido lático, gostei de te estudar, mas a sério que é mesmo necessário eu ter estas dores todas?

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.