Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Em Busca de Um Sentido

Tenho esperança...

Não são raros os dias em que olho à volta e me sinto eternamente grata a quem me permitiu que eu estivesse rodeada de pessoas inteligentes, esforçadas, sensíveis e empáticas. 

Dizem muitas vezes que a maior parte das pessoas muito inteligentes não têm sensibilidade, porque passam a vida a olhar para os livros na esperança de que isso lhes ensine o que é o mundo em vez de levantarem a cabeça e aprenderem-no com os seus próprios sentidos.

Quem diz isso não conhece quem eu conheço. Não vê a amiga que eu tenho, que se emociona com as desgraças do mundo, na esperança de um dia ter o poder de alterá-las, e que também me explica a medicina veterinária com uma doçura infinita. Não vê o rapaz que enche os olhos de água quando vê um sem abrigo, e que também devora livros de Física. Não vê os grupos de estudantes que se juntam para apoiar quem sofre com o preconceito da sociedade. Não vê o que eu vejo, e eu sinceramente tenho pena, porque o mundo visto daqui tem mais beleza e enche-me de esperança em relação ao que está para vir. 

Esta será a geração futura. Sim, muitos jovens adultos não são assim. Mas há tantos que o são, que quero acreditar que vão dar o exemplo de uma forma brilhante e vão mudar tudo quanto conseguirem, até alcançarem a paz que tanto procuram. 

Confia...

Por vezes, a autosuperação não tem a ver com conseguirmos atingir marcos grandes e visíveis nas nossas vidas. Por vezes, conseguirmo-nos olhar ao espelho e sentir orgulho do que somos, sem peso na consciência, sem "e se", sem todas essas pequeninas coisas que nos fazem ficar para trás já é uma grande evolução e por isso devemos sentir que nos estamos a superar e a melhorar.

Nem todos os dias são bons dias. Muito menos te posso garantir que a partir desse incrível momento, todas as vezes que o teu companheiro for o espelho te vais sentir incrível. É normal haver baixos no meio dos bons momentos e são esses que nos fazem crescer como pessoas. Mas, por outro lado, posso dar-te praticamente a certeza de que no dia em que conseguires encarar a vida como uma sequência de momentos que te faz ser cada vez mais e melhor vai ser bem mais fácil sair dos baixos.

Vão existir noites difíceis. Não te minto. Vão existir segundos em que vais querer jogar tudo ao chão e gritar "desisto", mas o mais importante é conseguires ter força para fechar os olhos, respirar fundo e acreditar que amanhã o sol vai brilhar e vais superar esse obstáculo. Eu sei que és capaz, e tu bem no fundo também o sabes. Confia. E sê feliz.

Foi um dia bom...

Há dias que correm particularmente bem. Nós nem sabemos o porquê de sentirmos as boas vibrações a alimentar-nos a alma, mas saímos da cama a perceber que o dia vai ser render, mesmo quando os últimos dias têm sido cansativos e melancólicos.

Hoje foi um dia excecionalmente positivo. Não ganhei o euromilhões, não descobri a cura para uma doença, mas encontrei um ponto de inspiração que nem sabia que iria existir.

Há umas semanas que ando mais embaixo... Tenho publicado por aqui textos escritos há algum tempo, mas que sem querer acabam por revelar um bocadinho do peso que tenho sentido. Peso esse que vem apenas das minhas inseguranças, da minha falta de autovaliação positiva, da minha necessidade de me meter o mais na Terra possível para não me desiludir. 

O problema começa quando deixo de festejar as coisas boas que me vão acontecendo e me foco apenas nas que me fazem arrastar os pés na esperança que o destino se encarregue de construir o lugar a que quero chegar. E esqueço-me de que sou eu quem constrói o meu caminho. Melhor ou pior, mas faço-o.

E hoje foi o dia em que eu olhei à minha volta e percebi que algures em mim existe potencial, como há em qualquer pessoa, e que preciso de acreditar mais nisso. Hoje foi o dia em que eu olhei para alguém que admiro e reparei que é possível alcançar o sonho que estou a alimentar, e que tenho que me esforçar para conseguir fazer com que se torne realidade. Basicamente, descobri que um professor meu, para além de ter uma carreira bastante positiva nas ciências, escreve romances. Uma pequena motivação para a pequena criança que existe em mim.

Sabem? Hoje foi mesmo um dia bom, e espero que consiga levar esta positividade ao longo do semestre. Estou a precisar!

Permite-te sonhar!

Não ajas como se eu não soubesse o que pensas. Eu sei, sonho demasiado alto. Não me venhas informar de algo que eu sei de trás para a frente, de algo que eu até já decorei para não cair no erro de me magoar de novo. Não me venhas com "não sonhes tanto, não vais conseguir, desiste já" porque isso só vai fazer com que eu lute ainda mais, para mais tarde te mostrar que sou capaz do que eu quiser.

Eu também sei que tu sonhas para além das nuvens e me falas assim por causa da tua insegurança. Porque não admites?

Não vês que te percebo? Sonha o quanto quiseres! Por favor... Tu consegues tudo, consegues ir além deste mundo e do outro, se for necessário... Nunca desistas daquilo em que acreditas.

Sabes como podes fazer com que a tua vida valha a pena? Sonhando. Mas não sonhando apenas porque sim, sonha com o objetivo de realizares esse sonho. E depois? Depois procuras outro sonho. Não deixes que a tua imaginação pare, no dia em que isso acontecer tu paras também.

A vida só tem algum sentido se nós sonharmos, se permitirmos que a nossa imaginação voe... Senão o que seria de nós nesta rotina teimosa?

Não quero acordar sem um motivo, mas também não quero que me seja oferecido um motivo, quero procurá-lo todos os dias. O meu maior fim é arranjar uma razão para ser feliz, porque não somos felizes apenas porque sim, temos que ter razões...

A minha felicidade, neste momento, é orgulhar as pessoas que gostam de mim... E a tua? Já pensaste qual é?

Não deixes a tua felicidade depender dos outros, pelo menos não a 100%, porque como todos sabemos, a maior parte da nossa felicidade acaba por ser fruto das relações que temos e mantemos.

Procura a tua felicidade na realização dos teus sonhos... Tem esperança, vais encontrá-la!

Este texto foi já publicado aqui anteriormente, mas relê-lo fez-me bem. Espero que tenha o mesmo efeito em vocês!