Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Em Busca de Um Sentido

Está a chegar o momento...

Agosto 27, 2016

Um dos momentos que mais esperei ao longo destes 12 anos de escola está prestes a chegar: ir para a faculdade.

 

Apesar de saber que em algum dos cursos a que me candidatei irei entrar, estou cada vez mais ansiosa, não falo noutra coisa, não penso noutra coisa e está a tornar-se irritante, até para mim.

 

Nunca quis tanto algo como quero ir para a universidade e agora que o momento está a chegar e faltam apenas 3 semanas apetece-me esconder e nunca mais sair daqui. "Porquê?" perguntam-me. Porque tenho medo.

 

Toda a minha vida o medo dominou todas as minhas decisões e a forma como encaro tudo o que se passa, fosse o medo de falhar em algo ou até mesmo o medo de sair de casa. Deixei de fazer muitas coisas que me eram permitidas só porque tinha medo do que poderia acontecer e eu não saber lidar com isso.

 

Mas desta vez é diferente, porque apesar de ter medo, eu tenho que ir. Tenho que pensar que é tudo o que sempre quis, que vai ser uma experiência totalmente nova e eu não posso ter medo de estar longe de tudo o que me é confortável.

 

Apavora-me a ideia de ir morar para outra cidade, muito maior do que a minha, sozinha, sem conhecer ninguém. O que me deixa com mais medo ainda é a forma como eu vou lidar com tudo isso, porque eu não quero de todo que o medo me impeça de aproveitar cada segundo do que estou prestes a viver.

 

Por outro lado, receio chegar lá e ser tudo diferente do que estava à espera, mas de forma negativa.

 

E se não gosto do curso?

E se não me adapto?

E se me perco?

E se odiar tudo?

E se...

 

Sei perfeitamente que, em princípio, só me vou sentir sozinha durante as primeiras semanas, devo ir conhecer pessoas que estão a sentir exatamente o mesmo que eu, e apesar de ir sentir saudades de casa, isso vai confortar-me.

 

Enquanto não chega o momento resta-me esperar e tentar acalmar-me, porque tudo vai correr bem e eu vou adorar.

 

Pensamento positivo ajuda, certo? Espero que sim.

 

5 comentários

  • Imagem de perfil

    Tatiana 27.08.2016

    Tenciono fazê-lo, mas está tão difícil de acreditar que estás mesmo quase que crio todos os cenários possíveis e imaginários na minha cabeça! Esperemos que a ansiedade e o medo não me impeçam de aproveitar!
  • Imagem de perfil

    Joana Marques 27.08.2016

    A ansiedade e o medo fazem parte! Quando conseguimos superar os nossos medos..crescemos!! É uma fase fantástica da vida...tudo é possível!!
    (para que curso vais?)
  • Imagem de perfil

    Tatiana 27.08.2016

    Acho que o facto de ser muito apegada à minha família também está a fazer com que o medo seja maior, porque só vou estar com eles nos fins de semana ou de 15 em 15 dias! Mas acredito que vão ser anos maravilhosos porque irei estar a estudar o que realmente gosto!
    (Boa pergunta ahah, não faço ideia, candidatei-me a três, tudo na área da saúde e resta-me esperar!!)
  • Imagem de perfil

    Joana Marques 27.08.2016

    ok! tens de ir para fora...
    no meu caso estava a trabalhar (comecei a trabalhar aos 17 anos) e já morava sozinha. Mas estava a um pulo deles....
    Área da saúde?! És uma corajosa!!
  • Comentar:

    CorretorEmoji

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Este blog tem comentários moderados.

    Arquivo

    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2016
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2015
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D

    Mais sobre mim

    foto do autor

    Subscrever por e-mail

    A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.