Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Em Busca de Um Sentido

Gosto de educação!

Gosto de pessoas e gosto ainda mais quando estas são educadas.

Sou naturalmente educada, e por favor, não confundam simpática com educada. Fui ensinada a usar as palavras mágicas e cada vez que elas me falhavam ouvia "não foi assim que eu te ensinei, o que é que se diz?". Óbvio que não me bastava que me ensinassem, ver o exemplo é o melhor e os meus pais são bastante educados com toda a gente.

O que acontece é que, desde que vim para Lisboa, é muito difícil arrancar um "bom dia" de alguém e isso faz-me comichão, até porque estou a falar de pessoas que contactam comigo diariamente/semanalmente. Para acrescentar, ainda olham para mim como se eu sofresse de uma doença em estado terminal. "O quê? Bom dia? Mas esta agora está a falar comigo?".

Não consigo aceitar falta de empatia com as pessoas, porque a verdade é que seja a quem for, faz diferença receber uma palavra mais atenciosa, seja o "olá, como está?" ou o "desculpe" quando se pisa o pé de alguém na correria desta cidade.

Sinto bastante a falta da reciprocidade visto que venho de um meio pequeno, em que, se não for atenciosa, daí a dois segundos tenho a minha mãe a perguntar porque não disse nada à D. Maria que calhou a passar por mim.

E ainda me causa mais comichão saber que os mesmos que hoje não me devolvem a palavra daqui a uns anos são capazes de me mostrar um sorriso amarelo no meio de um "Bom dia, Sra. Engenheira". Realmente, há muita gente a viver de e para aparências, e saber disso dá-me cabo do pouco juízo que ainda tenho...

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.