Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Em Busca de Um Sentido

03
Abr15

Vamos falar de mulheres? E os homens?

Tatiana
Hoje tirei o dia para descansar, mas não aguentei sem vir fazer este post. Numa das minhas pesquisas deparei-me com um vídeo no Youtube sobre o "drama" com o corpo da atriz Jéssica Athayde. Para quem não ouviu falar disso, a atriz desfilou no Moda Lisboa de biquíni e foi atacada por não ter o "corpo perfeito". 
 
Antes de continuar para chegar ao ponto que quero chegar tenho que perguntar uma coisa...
Qual é a vossa definição de corpo perfeito?
 
Eu juro que ainda hoje, passados alguns meses, eu continuo sem perceber o que raio viram de errado no corpo da rapariga que, na minha opinião, é perfeito. Quem dera a muitas mulheres terem o corpo dela, porque é um corpo definido, não muito magro, simplesmente saudável. Acho que qualquer mulher quer ser igual, ou aproximar-se o máximo possível do mesmo.
Após ver o vídeo decidi ver o blog da atriz (aqui), em especial a publicação que ela fez a falar do sucedido (aqui). Juro que o que ela escreveu me deixou a pensar... e após ver esta entrevista eu pensei mais ainda...

As mulheres são quem mais ataca as mulheres. Se não nos defendermos umas às outras, quem nos defende? Para quê criticar tanto? Porque fulana tem barriga, porque a outra tem celulite, porque aquela da televisão se despiu, porque esta que passa na minha rua é feliz, porque essa sorri... No fundo o que temos que dizer, enquanto mulheres, é, "porque eu sou infeliz". Se fossemos realmente felizes, que importava a aparência de todas as mulheres que vivem  no mesmo Mundo que nós, que são mulheres, como nós?

O que se passou não afetou a atriz neste momento, porque ela estava bem com o seu corpo, estava confiante, mas ela como tantas outras mulheres, sofreu de complexos com o corpo. Ela é uma de nós mulheres, que somos atacadas diariamente.

Quando li o post da atriz, decidi ver o tal vídeo do discurso de Emma Watson, que vos deixo aqui:
 
 
Esta "menina", com apenas 24 anos é uma das mulheres mais admiradas, e ao mesmo tempo mais criticadas do Mundo. Para quem pelo nome não reconhece, Emma Watson fez de Hermione, no Harry Potter, mas isso agora pouco importa. Esta jovem, já se viu exposta imensas vezes, com fotografias menos "próprias". E aqui está ela, a defender os direitos da mulher. E tenho que vos dizer que o discurso dela me comoveu. Não por nos defender, mas pela forma como ela fala, como tem motivação para levar este movimento em frente. Ela, como tantas outras, autodenomina-se de feminista. E para não estar a repetir tudo o que ela disse no vídeo acima, aconselho que o vejam para perceberem o que vou dizer a seguir. 

Os homens fazem falta na vida de uma mulher. E não falo em relações amorosas... Falo do crescimento de uma mulher. Nós crescemos com base no que a nossa mãe nos ensina, mas ela não nos educa sozinha. O nosso pai é muito importante na nossa vida também. E por isso eu, tal como esta atriz, vos peço, homens, defendam a igualdade de direitos entre os géneros. Não deveria ser uma luta entre géneros, mas sim uma entreajuda constante. Isto porque homens têm direito a chorar, a serem sensíveis, a mostrar um lado sentimental, a dançar... Sim, falo em dançar como profissão, porque muitos bailarinos portugueses com imenso sucesso, são admirados no estrangeiro, mas cá são vistos como todos nós sabemos, sem terem valor. Mas as mulheres também têm direito a serem desportistas, a jogar futebol, a correr, mas principalmente a serem livres. No nosso país, a falta de igualdade entre géneros pode não ser uma realidade tão drástica como noutros, mas existe. Porquê perguntar  numa entrevista de emprego se queremos ser mães? Isso pode determinar se vamos ter emprego ou não, mas é simplesmente ridículo.

Então, como Emma Watson, eu pergunto...
Se não nós, quem? Se não agora, quando?
 
Beijinho, Tatiana
 
P.S.: peço desculpa pela extensão do post, mas queria ter a certeza que dizia tudo. E vejam o canal de youtube Maria Capaz! Adoro as entrevistas.
 

Mais sobre mim

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Mensagens

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D