Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Em Busca de Um Sentido

25
Dez17

A minha Véspera de Natal

Tatiana

Entre risos, doces e calor humano encontrei o espírito natalício que tinha deixado algures entre idas ao hospital e tardes de estudo que me pareceram infinitas, mesmo que o conteúdo reflita tudo aquilo que quero na minha vida.

 

Tenho a minha família por perto, nem que seja no coração... Isto mesmo sabendo que a avó, por teimosia, quis passar a noite de Natal sozinha.

 

Este Natal tem um sabor agridoce, porque embora seja o primeiro que vou passsar depois de perder o meu avô paterno, estou a passá-lo em casa, e não no hospital com o meu outro avô.

 

De Menino Jesus, como dizem as minhas avós, só peço saúde e força para que consigamos continuar esta caminhada de cabeça erguida e mãos dadas. 

 

Este ano iniciamos uma nova tradição, que pretendo que se mantenha. Visto que já não há crianças pequenas entre nós, fizemos Amigo Secreto. Vai ser giro, uma vez que neste momento ainda não chegámos à meia noite, e portanto, não se fez a troca de prendas.

 

A noite começou com a recolha de telemóveis, pelo meu pai, para que pudessemos conviver sem a interferência de telecomunicações... Embora isto tenha durado menos de duas horas, foi o suficiente para que se criasse tema de conversa para a noite toda e para que começasse um filme que estamos a ver em conjunto na televisão.

 

Tudo isto serviu para que o meu coração ficasse bem quentinho... É bom ver que apesar de todas as diferenças existentes entre nós, somos uma família unida.

 

Espero que isto se mantenha durante longos anos, mesmo que o meu espírito natalício apareça quase fora de horas.

 

No final das contas sou uma sortuda e sou imensamente feliz por assim o ser.

 

***

 

Entregues e abertas as prendas, com direito a papel de embrulho espalhado por tudo quanto é canto, posso dizer-vos que sou uma criança feliz. Pela prenda que recebi? Não. Pelas risadas que demos em família com as imitações que fizemos uns dos outros, para mostrar quem seria o dono da prenda que se tinha na mão... Até o meu avô, mesmo cansado, teve forças para imitar alguém.

 

Foi um dos melhores Natais que tive, por isto mesmo... Pela família que somos, pelo amor que transborda o meu coração... 

 

Sou feliz, e vou dormir feliz. A vocês desejo-vos um dia de Natal repleto de coisas boas!

 

2 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Mensagens

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D