Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Em Busca de Um Sentido

5 aplicações que mais uso

Como referi no segundo post acerca do bullet journal, comecei a utilizar aplicações online para organizar coisas da minha vida que não fossem relevantes o suficiente para serem vistas diariamente e para me motivar no meu dia a dia. Assim sendo, venho mostrar-vos as mesmas e explicar um bocadinho como uso cada uma.

- TvTime: eu sou uma devoradora de séries e muitas vezes vejo várias ao mesmo tempo, por isso é importante ir guardando o progresso e para tal TvTime é a solução - permite-nos ter uma lista com o que acompanhamos, diz-nos quando vão ser lançados os próximos episódios, podemos seguir os perfis doutras pessoas e comentar em cada episódio;

- Later: comecei a desleixar-me com a página do Instagram do blog e isso aconteceu principalmente por não conseguir planear as publicações com antecedência. Comecei a pesquisar e encontrei esta aplicação que tem uma versão gratuita que nos permite planejar até 30 publicações mensais, fazer logo as respetivas legendas e editar pequenos detalhes. Ao sincronizar a aplicação com o telemóvel, podemos programar tudo no computador e vamos receber uma notificação no telemóvel à hora desejada para que publiquemos - a publicação é aberta no nosso Instagram, a cópia da legenda é feita automaticamente e basta colá-la no espaço devido e partilhar a fotografia;

- Spotify: preciso de música no meu dia a dia, e o Spotify é a minha aplicação predileta para tal. Ainda tentei fazer algumas playlists temáticas para guardar as músicas que estava a ouvir no momento e nunca mais as perder, mas recentemente decidi que iria fazer playlists mensais para que possa perceber o que estava a ouvir em cada altura da minha vida;

- OneNote: uso-o para apontar citações de que gosto, organizar alguns trabalhos e estruturar o raciocínio sempre que é necessário. Já o usei também para fazer apontamentos para algumas cadeiras e mostrou-se algo bastante útil, embora eu precise de escrever à mão para captar a informação de melhor forma;

- Insight Timer: tenho alguns problemas para dormir e às vezes também tenho problemas para me concentrar, então uso frequentemente as meditações guiadas desta aplicação para conseguir adormecer.

Têm alguma aplicação para me sugerir?

Mãe, amo-te.

Mais uma vez um poema para a minha mãe... Era um hábito quando era mais nova e aos poucos perdi-o... Tenho que voltar a escrever para ela!

A Tati Escreveu.png

Sempre ao meu lado,

Nos bons e maus momentos,

Ama-me

E o amor é dos mais lindos sentimentos.

 

É linda e bodosa,

Também tem os seus defeitos,

Mas ser uma mãe carinhosa,

É a sua maior qualidade.

 

Posso não lhe dizer todos os dias,

Mas amo-a e ela a mim,

Amiga de todos,

Nunca vi uma pessoa assim.

 

É a minha mãe, 

Adoro-a!

Como ela não há quem,

Por muito que procure...

Bullet Journal II

Este ano letivo voltei a dar uma oportunidade ao bullet journal, do qual já falei aqui recentemente. Todos os anos tento utilizar algo que me mantenha focada nos meus objetivos e permita que eu não me vá esquecendo de coisas simples da rotina diária.

Assim sendo, hoje venho-vos explicar em que consiste o meu bullet journal...

Tenho-o organizado por semestres, uma vez que comecei o segundo semestre esta semana. Prefiro organizar-me assim, uma vez que a minha rotina depende de semestres e não do ano civil. Assim sendo, tenho uma página que desenhei a "abrir" o semestre e de seguida tenho dois calendários - um simples, só com os meses vários meses que o semestre ocupa e outro que me permite apontar os momentos de avaliação que vou ter.

 

De seguida, tenho uma página divida em várias secções para apontar as classificações de cada cadeira uma vez que gosto de manter isso escrito em algum lado. Logo após esta parte, tenho o horário do semestre e no verso desta folha tenho uma pequena wishlist que abrange o ano todo.

Já organizei o meu mês de várias formas, sendo que atualmente tenho uma folha com todos os dias do mês, para poder apontar tarefas que tenha marcadas, ou datas importantes, e no verso os gastos do mês, que faço questão de apontar para ter noção do dinheiro que gasto. De seguida, encontra-se uma página onde organizo a lista de compras e onde aponto semanalmente o que me vai fazendo falta. 

Tendo tudo o que me é essencial para começar o mês, tenho apenas um título a dizer "To Do" e após isso vou escrevendo pequenas tarefas de que é necessário lembrar-me, com a respetiva data. Tenciono também apontar coisas rápidas, organizar trabalhos e planear tudo o que for necessário nesta secção.

Como podem perceber, no bullet journal apenas organizo coisas relacionadas com a faculdade e com a minha rotina diária, para além de apontar as datas dos posts que quero fazer no blog, visto que os escrevo num outro caderno. Para tudo o resto (séries, músicas, fotografia) tenho aplicações no telemóvel ou no computador, o que me ajuda a arranjar motivação para me manter organizada visto que não perco tempo com coisas supérfluas quando escrevo no caderno.

E vocês, como se costumam organizar?

Livros de Colorir

Durante o ano passado descobri uma nova paixão: livros para colorir. 

gaiolas.jpg

É claro que quando era criança me divertia durante horas a pintar com as minhas canetas de feltro... No entanto, não me recordo de ser uma atividade que me acalmasse e me mantivesse nesse estado durante algum tempo.

Andar com um livro de colorir de cada vez que mudo um bocadinho de sítio passou a ser algo necessário... Cheguei a correr lojas para comprar canetas novas, porque as que tinha eram velhas e tinham secado de estarem paradas há tanto tempo... Comecei, inclusivé, a receber cadernos destes como prendas, de tão grande que era o vício.

Na pausa do estudo, em vez de ler um livro, lá estou eu a dar cor a desenhos sem vida. É a minha forma de sentir que tenho um momento parada, sem estar necessariamente sossegada. Há quem brinque com a situação e me diga "acalma-me mais ver-te pintar do que ser eu a tentar não ultrapassar as linhas"... E eu sorrio... 

Sorrio porque é na tentativa de não sair das margens que descubro a minha mente vazia.

Dizem que são livros de mindfullness... Enganaram-se no meu caso. Mas ainda bem, porque o meu cérebro costuma ter inúmeras discussões a decorrer e ter descoberto algo que mantivesse o silêncio durante uns momentos é das melhores sensações do mundo.

Pág. 1/4