Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Em Busca de Um Sentido

31
Jan18

12 Desafios para 2018 | JANEIRO

Tatiana

Hoje venho analisar o percurso que tenho feito para cumprir as 12 coisas a que me propus este ano... Podem ver aqui quais são. Será que ando a ser bem comportada? Veremos.

 

A verdade é que o primeiro semestre chegou ao fim e tudo o que tinha para fazer, fiz. Sinto que me empenhei bastante, o suficiente para dizer que não me arrependo da forma como geri o meu tempo, uma vez que as notas revelam o esforço feito. No entanto, tenho que começar a stressar menos, porque a ansiedade acaba comigo em menos de nada.

 

Em relação às redes sociais, nomeadamente o blog e respetivo instagram, acho que me tenho portado bastante bem, até porque publiquei fotografias novas todos os dias (exceto domingos) e continuei a ter posts pelo menos duas vezes por semana.

 

No entanto, não escrevi tanto quanto gostaria. Ao início do mês até me estava a sair bastante bem, mas assim que tive uma pausa desleixei-me e comecei a escrever apenas quando tinha aqueles impulsos tontos. Em contrapartida, a última semana do mês já foi bastante produtiva a esse respeito e acho que acabou por compensar. Para além disso, estou quase a acabar de ler o primeiro livro do ano, que não foi iniciado em 2018, mas que a maior parte foi lida já em Janeiro.

 

Falando em ler... A minha própria companhia tem sido mais valorizada, mas acaba por me deixar ligeiramente mais ansiosa. Eu tenho um problema com estar sozinha que tenho que ultrapassar. Acho que tenho que ganhar mais hábitos que me permitam sentir confortável quando não tenho ninguém conhecido à minha volta. 

 

Com a ansiedade, veio também a preocupação com meio mundo, por isso posso dizer-vos que este foi um ponto que me custou, e bastante, cumprir. Eu não consigo não levar para casa os problemas de quem me é querido, por mais que tente.

 

E passeios? Não tenho conhecido muitas coisas diferentes, mas tenho saído mais a pé, com a máquina fotográfica como desculpa, o que acaba por ajudar a que eu conheça melhor o meu próprio meio. E olhem que isto é inédito, porque eu detesto andar sozinha - como mencionei anteriormente - e tenho saído por aí de vez em quando. Não é com a frequência desejada, mas acredito que vai começar a ser, tanto na minha cidade como na capital. 

 

Carne? Tenho comido. Passar mais tempo em casa da mãe implica não planear as minhas refeições, por isso tenho que me sujeitar ao que se põe à mesa.

 

Não abordei alguns pontos, porque não tenho informação suficiente para os desenvolver.

 

14 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Mensagens

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D